Receitas relacionadas a ‘óleo de côco’

postheadericon Bolo de banana com farinha de banana verde e farelo de aveia

Bolo de Banana

Ingredientes:

  • 4  colheres (sopa) de farinha de banana verde;
  • 3 colheres (sopa) de farelo de aveia;
  • 1 colher (sopa) de fibra de trigo;
  • 1 colher (chá) de canela em pó;
  • 1 colher (sopa) de alfarroba ou cacau em pó;
  • 2 colheres (sopa) de adoçante dietético em pó;
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó;
  • 2 ovos
  • 1 colher (sopa) de óleo de coco ou azeite;
  • ½ xícara (chá) de iogurte natural (desnatado ou grego light)
  • 3 bananas maduras
  • 1 colher (sopa) de uva passa (opcional)

Leia o restante desta receita »

postheadericon Pastel integral de forno com recheio de maçã

foto01

Ingredientes (Massa):

  • 1 ½ xícara de chá de farinha de trigo integral
  • 1 colher chá de sal
  • 1/3 xícara de chá de óleo de coco
  • 1 colher de sopa de chia
  • Cerca de 4 colheres de sopa de água
  • Canela e  adoçante culinário em pó para enfeitar

Ingredientes (Recheio):

  • 2 maçãs pequenas sem casca e cortadas em cubos
  • 1 colher (sopa) de adoçante culinário em pó
  • 1 colher (chá) de óleo de coco
  • 1 colher (chá) de canela (opcional)

Leia o restante desta receita »

postheadericon O óleo ideal para cada forma de preparo dos alimentos

Óleos

Óleo de canola, girassol, soja, oliva, côco, dendê… São muitas as opções de óleos que estão presentes na casa da maioria das pessoas! Seus diversos tipos são usados para diferentes fins: refogar, temperar, fritar… Além disso, esses produtos podem trazer diversos benefícios à saúde, se forem consumidos corretamente.

Os óleos são fontes de vitamina E, que se destaca por ser antioxidante; ômega 3 e 6; e gorduras monoinsaturadas, responsáveis por manter a saúde cardiovascular em dia.

Porém, nem por isso eles devem ser usados em excesso. O consumo excessivo de óleo pode elevar o colesterol e iniciar um processo de esteatose hepática – acúmulo de gordura no fígado.

Para cozinhar os alimentos, a utilização de óleos deve ser sempre moderada. A literatura recomenda a utilização de óleos vegetais, isto porque, eles apresentam maior ‘ponto de fumaça’ – temperatura na qual a decomposição da gordura é percebida por meio de uma fumaça branco-azulada.

Os óleos vegetais não devem ser expostos a altas temperaturas por longos períodos. Eles são provenientes de qualquer planta oleaginosa e quando expostos a altas temperaturas por longos períodos, sofrem oxidação e comprometem suas propriedades nutricionais. Além disso, produzem uma substância nociva à saúde: a acroleína, potencialmente cancerígena.

Exatamente por isso é importante fazer boas escolhas na hora de preparar seus alimentos, optando por óleos mais apropriados para cada situação. Abaixo, reuni informações sobre os mais conhecidos métodos culinários e indicações de quais são as melhores opções:

Leia o restante desta receita »

Arquivos
Siga-nos no Face
Facebook
Medidas Culinárias
Conversão
Contribuições
Publicidade
Temaki Sushi Online

Levate Centro

Anuncie
Publicidade
Publicidade