Receitas de ‘Dicas’

postheadericon Tomatinhos Confit

tomate

E ai pessoal? Aqui estou novamente trazendo receitinha gostosa, simples e prática.. hoje vamos falar de tomatinhos confit, que nada mais são que tomatinhos assados em conserva com um sabor adocicado delicioso. Você pode comê-los na salada, ou em torradinhas, com massas e até mesmo com risotos ou pizzas. A versatilidade dessa receita realmente é incrível!

Bom, mas antes de começar eu queria explicar um pouquinho mais sobre a técnica de confitar, porque sei que muitas pessoas escutam o nome dessa técnica mas nem todas sabem exatamente do que se trata. Pois bem…

O confit é uma técnica de cocção em gordura, na qual se utiliza baixas temperaturas (no máximo 100°) e tempo prolongado, isso para não quebrar a cadeia de fibras do ingrediente que está sendo confitado.

É um processo culinário antigo, inicialmente usado como método de preservação de alimentos. Atualmente é largamente empregado por Chefs e cozinheiros em todo o mundo com o objetivo de realçar o sabor dos ingredientes e conseguir texturas mais macias em diversos tipos de carnes.

Agora que a gente já sabe na teoria do que se trata a técnica de confitar, vamos aprender a fazer os Tomatinhos Confit na prática:

Ingredientes:

  • 500g de tomate (do tipo cereja ou uva)
  • 1 colher (sopa) de açúcar
  • 1/2 colher (sopa) de sal
  • 1/2 colher (sopa) de orégano seco
  • Pimenta-do-reino a gosto
  • 4 dentes de alho laminados
  • Azeite de oliva o suficiente para cobrir os tomates
  • Alguns ramos de tomilho fresco e Alecrim (caso não goste de ervas, não precise usar nenhuma)

Leia o restante desta receita »

postheadericon Qual a diferença entre Torta e Bolo?

Na confecção de tortas, costumamos chamar de bolo a massa preparada assada; com o bolo vamos estruturar a torta. Porém, algumas outras considerações podem ser feitas: a palavra bolo é de origem africana, portanto, é assim que os brasileiros chamavam a maioria dos bolos recheados. Com a crescente influência americana e europeia é que passamos a usar o termo torta, que é de origem espanhola.

Na hora de preparar podem surgir dúvidas quanto à massa, os recheios e o tempo de preparo de cada um. Pode parecer simples, mas essas dúvidas são mais recorrentes do que você imagina. Mas qual a diferença enfim?

Leia o restante desta receita »

postheadericon Polvilho Doce x Polvilho Azedo: Qual a diferença entre eles?!

polvilho

O polvilho, também chamado de fécula de mandioca ou goma, é o amido da mandioca.
Tanto o Polvilho Azedo quanto o Doce passam pelo mesmo processo industrial.

Leia o restante desta receita »

postheadericon Alho: ame ou odeie. Saiba como usar sem espantar

alho

Com o alho, parece não existir meio-termo: ou a pessoa adora ou não pode nem sentir o cheiro. No entanto, se deixar os preconceitos de lado, dá para descobrir um ingrediente muito mais versátil do que parece.

Além de dar o toque de gênio para o arroz e feijão de todo dia, virar recheio daquele pão saboroso no churrasco e salvar a vida dos esfomeados com geladeira vazia como molho simples de macarrão, o alho pode ser um ingrediente de sabor adocicado e, acredite, suave!

E se o pânico maior não é o sabor, mas o cheiro nas mãos, saiba que tem solução para isso – e você não precisa de nada complicado em casa. Veja abaixo essa e outras boas ideias para aquela cabeça de alho esperando você em casa.

Leia o restante desta receita »

postheadericon Folha de Uvas em Conserva Zeenny: Reprovada!

reprovado-01

Boa noite pessoal, como vão vocês?! O post de hoje é um pouco diferente de todos os outros que já fiz aqui. Não é meu costume utilizar o meu site pra falar bem ou mal de Marcas de qualquer tipo de ingredientes, mas desta vez a minha frustração e indignação como consumidora foi tão grande que não consegui me conter.

No dia 16 de Julho eu me programei pra oferecer um jantar em comemoração ao meu aniversário, para alguns amigos na minha casa. Cardápio definido: Homus Tahine, Coalhada Seca, Conserva de Berinjela, Pão Árabe, Kibe Cru, Kibe assado e finalmente os Famosos Charutos de Folhas de Uva…. Jantar marcado para 20h, tudo prontinho, faltava apenas enrolar os Charutos de Folhas de Uva, mas como é algo que estou habituada a fazer, comecei a preparar tudo umas 14h calculando que até umas 15:30h já estariam todos os charutinhos enrolados para serem cozidos.

Acontece que desta vez eu comprei um vidro de Folhas de Uva em Conserva de uma marca que nunca havia comprado antes, e que por sinal foi bastante caro (R$50,00) pra ser apenas 1 vidro. A marca das Folhas de Uva em conserva é Zeenny. Nunca tinha ouvido falar, mas como era a única que tinha no Supermarcado, não tive escolha.

Enfim… Recheio dos Charutos já preparado na geladeira, esperando apenas que eu desenrolasse as folhas do vidro e as colocassem em água fervente pra retirar o excesso de sal e começasse a enrolar os charutos.

Para minha infeliz surpresa, as coisas já não começaram bem.. Ao abrir o vidro percebi que as folhas estavam enroladas de uma forma toda bagunçada, foi difícil retirá-las do vidro sem que as rasgasse, mas com um esforço um pouco maior que o de costume, consegui retirá-las do vidro sem rasgar nem nada.

A segunda surpresa foi ainda pior, ao desenrolá-las, notei que mais de 80 porcento das folhas eram simplesmente M-I-N-Ú-S-C-U-L-A-S, mas quando eu digo minúsculas, acreditem, não estou exagerando.

Na foto abaixo, como podem ver, a folha é quase do tamanho da palma da minha mão (Uma pessoa com 1,56m não tem como ter a mão grande né?! Então as folhas são pequenas MESMO!).

reprovado-03

Tentei enrolar o primeiro charuto com 1 folha apenas e não tinha como. Mal cabia uma colher de café de recheio dentro (quem já fez charutos, sabe que não podemos colocar recheio demais nem apertar demais a folha no recheio, se não fica duro na hora de cozinhar). Tentei então emendar 2 folhas, sobrepondo-as. O resultado foi mini-charutos conforme mostrado na foto abaixo. Era simplesmente uma vergonha servir os mini charutos para meus convidados. Fiquei realmente muito brava.

reprovado-02

Foi então que decidi que servir apenas os mini charutos não iria rolar, então tive que apelar para o tradicional charuto de repolhos, mas nisso já era mais de 15h, foi uma correria louca até sair pra comprar o repolho, depois murchar as folhas pra só então começar a enrolar. Quando terminei era mais de 18h, toda nervosa e desgastada.

Fiquei realmente chateada com a marca, porque achei uma falta de respeito muito grande com o consumidor um produto, que nem barato foi, não servir para fazer o seu principal objetivo, que era enrolar os charutos. Me senti totalmente lesada pela marca e com certeza nunca mais volta a comprar. Se só encontrar Zeenny no Supermercado, com certeza vou optar pelo tradicional repolho, pois além de ser mais barato é sempre mais garantido.

Desculpe o desabafo pessoal, mas achei que deveriam saber da minha insatisfação com a marca para que não passem a mesma raiva e dor de cabeça que passei.

postheadericon Aprenda como usar ervas para temperar

Ervas

É inegável: o aroma das ervas frescas levanta qualquer prato, seja um trivial arroz com feijão polvilhado com salsinha ou uma pizza finalizada com folhinhas de manjericão. Na cozinha do dia a dia, é sempre interessante ter algumas variedades de ervas frescas sempre à mão, de preferência plantadas em vasinhos. Dessa forma, além de estarem sempre no auge do frescor, o desperdício é muito menor do que quando compramos as ervinhas em maços e acabamos não usando tudo de uma vez.

O tipo de erva fresca utilizado no Brasil varia muito de região para região. Há os que amam o coentro, de personalidade forte, indispensável na cozinha nordestina. De norte a sul, a salsa e a cebolinha são bastante comuns, compondo o famoso cheiro-verde. Manjericão, alecrim e tomilho são muito usados nos pratos de origem italiana, trazendo não apenas perfume, mas também sabor. A seguir, conheça algumas variedades mais usadas na nossa cozinha e descubra sugestões de preparo típicas para aproveitar o melhor de cada uma delas.

Leia o restante desta receita »

postheadericon Feliz Páscoa!

pascoa

Queridos amigos e leitores, a Páscoa é amor, fraternidade, união. Cristo morreu, mas ressuscitou, e fez isso somente para nos ensinar a matar nossos piores defeitos e ressuscitar as maiores virtudes sepultadas no íntimo de nossos corações. Que esta seja a verdade da sua e da nossa Páscoa!

O meu desejo é que o seu domingo seja muito feliz e abençoado!

Feliz Páscoa!

postheadericon Conheça as características e preparo de 13 Peixes super saborosos

513533-Comer-peixe-melhora-a-leitura-das-crianças-diz-pesquisa

Apesar do nosso país ter um extenso litoral, com uma fauna marinha incrível, infelizmente o Peixe não é a primeira opção na mesa dos brasileiros. Uma pena, pois se trata de uma das Carnes mais sudáveis. A desculpa as vezes é por conta do Preço Alto, pois alguns cortes de carne vermelha e até mesmo o frango, são mais baratos que o próprio peixe.

Existe também a explicação por conta da cultura familiar, onde tudo que se come quando criança é reproduzido com frequência na vida adulta. Se você quando criança não teve o hábito de comer peixe com frequência, provavelmente não o terá depois de adulto.

Além disso existem as pessoas que têm preguiça de comer peixe decido aos espinhos e acabam por não explorar as diversas variedades de peixes disponíveis no mercado.

Pensando em tudo isso, reuni alguns tipos de peixes com maior aceitação no paladar brasileiro para falar sobre suas características e sugestões de preparo. Se você, como a maioria das pessoas que cozinham, também já passou pela dúvida de comprar um belo peixe mas na hora de cozinhá-lo ficar em dúvida de qual seria a melhor forma de prepará-lo, este artigo vai te ajudar a esclarecer um pouco as idéias.

Leia o restante desta receita »

Arquivos
Siga-nos no Face
Facebook
Medidas Culinárias
Conversão
Contribuições
Publicidade
Temaki Sushi Online

Levate Centro

Anuncie
Publicidade
Publicidade